Olá, visitante!

Login

Kart: Copa SPR Light teve aumento no número de inscritos em sua 2ª etapa

Publicado em 25/04/2018 por Rafael Gaspar

Competição, com muitas disputas e forte equilíbrio, foi realizada no último sábado no Kartódromo Beto Carrero

80 pilotos – um crescimento de mais de 10% em relação ao número de inscritos na rodada de abertura – estiveram presentes no Kartódromo Internacional Beto Carrero, em Penha (SC), no último final de semana. O objetivo? Disputar a 2ª etapa de um dos campeonatos de kart mais importantes do extremo sul do Brasil, a Copa SPR Light, que este ano está em sua terceira temporada de sucesso.

Novamente mostrando muito equilíbrio e fortes disputas na maioria das categorias, a competição – que utiliza o sistema de motores sorteados fornecidos pela RBC Preparações de Motores – oferecia três vagas no próximo Campeonato Brasileiro, marcado para julho. Assim, ao fim destas duas primeiras etapas, o piloto líder na tabela de classificação nas categorias Júnior Menor, Sprinter e Graduados estaria automaticamente classificado para competir nas categorias Codasur Júnior, Codasur e OK, respectivamente.

Filipe Vriesman, que vencera a etapa de abertura do SPR em março, voltou a dominar as ações na Mirim, a primeira das categorias de base do kartismo brasileiro. Depois de marcar a pole position, o jovem paranaense venceu as duas baterias do sábado e garantiu o lugar mais alto do pódio. Christian Mosimann, Igor Silva, Augustus Toniolo e Guilherme Rodrigues fecharam o pódio mais jovem da competição.

Vencida por Gabriel Malucelli na abertura, a Cadete mostrou um novo ganhador nesta etapa. Dimas Mota, com um 1º e um 2º, somou mais pontos e levou o troféu, com apenas um ponto a mais que Enzo Nienkotter, o segundo colocado. Eduardo Araújo (3º), Matheus Callejas (4º) e Alfredinho Ibiapina (5º) também foram ao pódio para receberem troféus por seus resultados.

Mayke Naderer foi outro piloto que repetiu a vitória conquistada na 1ª etapa. Competindo pela F4 Júnior, ele também marcou a pole e venceu as duas baterias da rodada. Equilibrada, a categoria mostrou um empate em pontos entre três pilotos, decidido pelo melhor resultado obtido na segunda bateria. Assim, Thyago Gobbi foi o 2º colocado, seguido por Rafaela Ferreira em 3º e Matheus Schillo em 4º, os três com 16 pontos. Bernardo Athayde foi o 5º, fechando o pódio.

Na Júnior Menor, vencida por Naderer na 1ª etapa, o primeiro colocado foi Arthur Gama. O piloto gaúcho fez um 3º e um 1º, resultados suficientes para levá-lo ao alto do pódio na rodada. Luís Trombini Neto foi o 2º, seguido por Arthur Dacorregio, Enzo Marins – vencedor da 1ª bateria – e por Maria Eduarda Nienkotter, assim como Rafaela Ferreira na F4 Júnior, a representante feminina no pódio.

A Sprinter foi outra categoria com empates, desta vez entre os dois primeiros colocados, que somaram 20 pontos cada um. Pelo critério de desempate – melhor resultado na 2ª bateria – o primeiro lugar na rodada ficou com Gabriel Ballstaedt, que superou Bruno Smielevski na luta pela vitória na etapa. Henzo Caramori e Daniel Antônio, também empatados em pontos, ficaram em 3º e 4º.

Guilherme Lioi, com um 1º e um 2º lugar, comemorou a vitória na Graduados, superando nomes de destaque no automobilismo brasileiro, como Leonardo Nienkotter e Christian Castro. O primeiro deles, Nienkotter, venceu uma bateria terminou em 2º no pódio, enquanto Castro foi o terceiro.

A Shifter também repetiu seu vencedor e, com vitória nas duas baterias, o paranaense Nathaniel Bueno saiu do Beto Carrero com o troféu de 1º lugar na categoria mais rápida do kartismo brasileiro e com a liderança absoluta no campeonato. Leonardo Cruz, Felipe Wolff, Daniel Claudino e Analino “Choka” Sirtuli fecharam as cinco posições no pódio.

A Sênior e a Super Sênior correram agrupadas, reunindo 15 pilotos. Regular, Maurício Pacheco venceu na Sênior após conquistar dois segundos lugares. Maikon da Costa e Leonardo Nienkotter, vencedores de uma bateria cada, tiveram problemas na outra e terminaram em 3º e 4º, respectivamente. Leonardo Torres, igualmente regular, foi o 2º, enquanto Yuri Mucelin fechava o pódio em 5º. Doglas Pierosan, com duas vitórias, foi o melhor na Super Sênior, seguido por Alexander Cé, Rodrigo Bastian, Marciano Cardoso e Antônio Mendes Neto, que subiram no pódio.

Por fim, a F4 Graduados e a F4 Sênior também competiram juntas e seus vencedores foram dominadores, conquistando o primeiro lugar nas duas baterias. Gustavo Pinheiro venceu as duas provas na classificação geral e na F4 Graduados, enquanto Tick Saliba vencia seus dois compromissos na F4 Sênior. Roberto Wuthstrack Júnior, Benê Spengler, Henrique Backes e Guilherme Bacin foram ao pódio pela F4 Graduados, enquanto Guilherme Voltolini, César Santos, Sílvio Jovita – o vencedor da primeira rodada – e Samurai Sam receberam os troféus na F4 Sênior.

Os classificados para o Campeonato Brasileiro foram Luís Trombini Neto na Júnior Menor, Bruno Smielevski na Sprinter e Leonardo Nienkotter na Graduados.

A próxima etapa da Copa SPR Light está marcada para os dias 31 de agosto e 1º de setembro.

Confira o resultado da 2ª etapa após a soma dos pontos das duas baterias:
MIRIM
1 Filipe Vriesman – 22 pontos
2 Christian Mosimann – 18
3 Igor Silva – 15
4 Augustus Toniolo – 12
5 Guilherme Rodrigues – 12
6 Artur Motta – 11
7 Davi Seibt – 10

CADETE
1 Dimas Mota – 20 pontos
2 Enzo Nienkotter – 19
3 Eduardo Araújo – 17
4 Matheus Callejas – 14
5 Alfredinho Ibiapina – 11
6 Romullo Ribas – 11
7 Murilo Gobbi – 5
8 Breno Ebrahim – 5
9 Gabriel Malucelli – 4
10 Rafael Vasco – 3
11 João Figueiredo – 2
12 João Pedro Jo – 1
13 Erick Schotten – 0
14 Gabriel Ferreira – 0
15 Eduardo Lessa – 0

JÚNIOR MENOR
1 Arthur Gama – 19 pontos
2 Luís Trombini Neto – 15
3 Arthur Dacorregio Silva – 12
4 Enzo Marins – 11
5 Maria Eduarda Nienkotter – 11
6 Guilherme Backes – 9
7 Mayke Naderer – 9
8 Felipe dos Santos – 8
9 João Cardoso Neto – 6

SPRINTER
1 Gabriel Ballstaedt – 20 pontos
2 Bruno Smielevski – 20
3 Henzo Caramori – 15
4 Daniel Antônio – 15

GRADUADOS
1 Guilherme Lioi – 20 pontos
2 Leonardo Nienkotter – 11
3 Christian Castro – 0

SHIFTER
1 Nathaniel Bueno – 22 pontos
2 Leonardo Cruz – 17
3 Felipe Wolff – 15
4 Daniel Claudino – 13
5 Analino Sirtuli – 12
6 Diego Diehl – 9
7 Daniel Prado – 8

SÊNIOR
1 Maurício Pacheco – 18 pontos
2 Leonardo Torres – 15
3 Maikon da Costa – 11
4 Leonardo Nienkotter – 11
5 Iury Mucelin – 8
6 Weverton Fernando – 6
7 Juliano Rigon – 0

SUPER SÊNIOR
1 Doglas Pierosan – 22 pontos
2 Alexander Cé – 16
3 Rodrigo Bastian – 15
4 Marciano Cardoso – 14
5 Antônio Mendes Neto – 11
6 Amílcar Mugnaini – 8
7 Pedro Oliveira – 5
8 Alexandre Rigon – 0

F4 JÚNIOR
1 Mayke Naderer – 22 pontos
2 Thyago Gobbi – 16
3 Rafaela Ferreira – 16
4 Matheus Schillo – 16
5 Bernardo Athayde – 12
6 Gonçalo Scherer – 10
7 Eduardo Rigon – 8

F4 GRADUADOS
1 Gustavo Pinheiro – 22 pontos
2 Roberto Wuthstrack Júnior – 15
3 Benê Spengler – 12
4 Henrique Backes – 12
5 Guilherme Bacin – 11
6 Ricardo Pinheiro – 9
7 Rafael Prada – 8
8 Eduardo Lazzari – 5

F4 SÊNIOR
1 Tick Saliba – 22 pontos
2 Guilherme Voltolini – 17
3 César Santos – 15
4 Sílvio Jovita – 9
5 Samurai Sam – 0

Foto: Gilmar Rose

Advertise

Próximos eventos

Mais eventos