Olá, visitante!

Login

IndyCar Series: Will Power vence e brasileiro Castroneves fica em segundo lugar em Toronto

Publicado em 17/07/2016 por Jessica Hajjar

Will Power vence pela terceira vez na temporada após se beneficiar de bandeira amarela, que atrapalhou Scott Dixon e do furo de pneu de Hélio Castroneves na parte inicial da prova, os brasileiros tiveram um inicio de prova complicado com Hélio tendo seu pneu furado e precisou remar para terminar na segunda posição, enquanto que Tony Kanaan largou no meio do pelotão e teve que se livrar de incidetes até a Chio Ganassi mudar a estratégia e terminar na quarta posição.

Na décima primeira etapa da Fórmula Indy tinhamos Scott Dixon largando da pole position com Hélio Castroneves partindo da segunda posição, Pagenaud e Will Power completavam a segunda fila do grid.

Na largada Dixon manteve a primeira posição seguido por Hélio Castroneves, com Pagenaud, Power e Sebastien Bourdais completando o top5 nas primeiras curvas da prova, mas antes do final da primeira volta Ryan Hunter-Reay e Charlie Kimball se enroscaram com Kimball atravessado na pista. Outro envolvido foi Graham Rahal que levou um toque e teve seu pneu furado, ficando bem lento na pista até chegar aos pits, e o safety car foi para a pista enquanto os fiscais de prova limpavam a pista.

Na quinta volta a bandeira verde foi agitada novamente com Pagenaud pressionando Hélio Castroneves pela segunda posição, enquanto Tony Kanaan tentava a nona posição do Montoya que tocou em Josef Newgarden deixando detritus na pista para mais uma amarela na prova.

A prova recomeçou na oitava volta com os pilotos respeitando mais seus rivais de pista. O unico que ganhou posição foi Montoya ultrapassando Hinchcliffe pela sétima posição da prova.

Na décima sétima volta Tony Kanaan foi o primeiro entre os dez primeiros a ir ao pit logo no início da janela de abertura dos boxes, voltando na vigésima posição.

Na vigésima sexta volta Hélio Castroneves ficou lento na pista, devido ao pneu dianteiro esquerdo furado, deixando sua corrida complicada quando estava na segunda posição.  E na volta seguinte, Dixon e Power também fizeram suas paradas.

A prova seguiu sem grandes acontecimentos com Dixon na liderança da prova seguido por Pagenaud que começou a aproximar do líder na volta 44, aparentemente estratégia da Chip Ganassi com o Dixon, enquanto que Tony Kanaan realizava a segunda parada nos pits.

Na volta 46 a terceira bandeira amarela, devido a detritos na pista por causa de uma zebra se
deteriorando, e os fiscais de pista fizeram uma manuntenção.

Na volta 51 a bandeira verde foi agitada novamente com Dixon em primeiro seguido por Pagenaud, Power, Bourdais e Montoya completando o top5, Hélio Castroneves pressionava Montoya, enquanto que Tony Kanaan vinha em décimo terceiro.

E a quarta bandeira amarelo veio na volta 56 após Josef Newgarden bateu forte no muro e destruir seu carro, quem se deu bem foi Will Power que parou justamente na hora da bandeira amarela, e quando os boxes foram liberados os lideres foram ao pit para reabastecimento e troca de pneus.

Na relargada Tony Kanaan liderava com Will Power em segundo, James Hinchcliffe em terceiro, Takuma Sato em quarto, Spencer Pigot em quinto e Hélio Castroneves na sexta posição, com o brasileiro ultrapassando Pigot no final da primeira volta.

Na volta 76 Tony Kanaan foi para o pit, fazendo seu último reabastecimento após 34 voltas no stint, a liderança da prova ficou com Will Power seguido por Hélio que tinha uma desvantagem de 10 segundos para o líder. Já Tony voltou na quarta posição, logo atrás do James Hinchcliffe.

Faltando quatro voltas para o final, Montoya e Hawksworth ficaram presos na barreiras de pneus, tudo aconteceu por que Hawksworth bateu na proteção de pneus e Montoya para não bater no carro #41 foi direto para os pneus, mas o colombiano conseguiu voltar para a prova.

A bandeira verde foi agitada pela última vez na volta 84 para mais uma volta e Will Power fez uma exelente relargada abrindo do Hélio Castroneves para vencer a terceira etapa em 2016 com Hélio Castroneves em segundo, James Hinchcliffe em terceiro, Tony Kanaan terminou em quarto e Takuma Sato completou o top5 da prova em Toronto.


Fonte: http://www.mundodavelocidade.com
Advertise

Próximos eventos

Mais eventos