Olá, visitante!

Login

Gianluca Petecof larga para sua segunda temporada no automobilismo europeu na Fórmula 4, em Oschersleben

Publicado em 25/04/2019 por Rafael Gaspar

Único brasileiro na categoria, piloto da Academia Shell Racing disputa campeonatos Alemão e Italiano pela Prema com grandes expectativas

Chegou a hora de Gianluca Petecof começar sua segunda temporada no automobilismo europeu. Piloto da Academia Shell Racing, o paulista de 16 anos disputa este ano as temporadas de Fórmula 4 na Alemanha e na Itália com ótimas expectativas. O primeiro desafio será neste fim de semana, pelo Alemão, na pista de Oschersleben.

Gianluca é o único piloto brasileiro nos dois campeonatos mais importantes de F4 do mundo. Em 2018, Petecof foi o melhor estreante no campeonato italiano, em quarto lugar na classificação geral, e ainda conquistou suas primeiras pole e vitórias, na rodada final, disputada na pista de Mugello.

O brasileiro também é representente da Academia da Ferrari, que levou o monegasco Charles Leclerc à Fórmula 1 e à própria equipe italiana. Outro integrante do programa de desenvolvimento é o alemão Mick Schumacher, filho do heptacampeão Michael Schumacher e que hoje está na F2.

Tanto na Alemanha como na Itália, Petecof disputará sete etapas, cada uma composta de três corridas - exceto uma do Alemão. Gianluca estará na pista em 15 dos próximos 25 fins de semana em 2019, a começar pelo próximo e terminando no dia 20 de outubro, com a última corrida da F4 Italiana, em Monza.

No Alemão, em Oschersleben, o piloto da Academia Shell Racing disputará nesta sexta-feira os dois treinos classificatórios que determinam os grids de largada das primeiras duas provas. A primeira será disputada às 9h35 deste sábado, enquanto a segunda terá largada às 5h05 de domingo.

O grid da terceira corrida, também no domingo, a partir das 9h40, será invertido entre os oito melhores posições da segunda prova. As três corridas serão transmitidas ao vivo pelo site oficial da Fórmula 4 Alemã (https://www.adac-motorsport.de/adac-formel-4).

Depois da abertura do Alemão, Gianluca vira a chave para o Italiano, pelo qual fará sua primeira etapa já no fim de semana seguinte, em Vallelunga.

O que disse Gianluca Petecof:

"Estou bem animado, a pré-temporada foi longa, começamos a treinar em fevereiro. Foi um bom tempo de treino, mas agora quero correr. Bom que está começando o campeonato. Estou muito ansioso, vai ser meu segundo ano tanto na Fórmula 4 Italiana como na Fórmula 4 Alemã. São os dois campeonatos de Fórmula 4 mais importantes do mundo. Na Fórmula 4 Italiana inclusive tem 35 pilotos no grid, vai ser uma boa briga, no ano passado fui o quarto no campeonato, o melhor estreante e venci a última etapa em Mugello, então foi uma ótima forma de terminar a temporada. A pré-temporada foi bastante encorajadora, com um ritmo muito forte em todos os treinos. Estamos bem confiantes em brigar pelo título. Vou ser o único brasileiro a disputar os dois campeonatos, então vai ser ótimo representar o Brasil aqui fora, e, claro, com o imenso apoio da Shell desde 2015 e também da Ferrari, vamos fazer o nosso melhor, com muito potencial"

Programação em Oschersleben* (horários de Brasília):

Sexta-feira, 26 de abril
3h - Primeiro treino livre
5h25 - Segundo treino livre
10h35 - Classificação 1
10h55 - Classificação 2

Sábado, 27 de abril
9h35 - Corrida 1

Domingo, 28 de abril
5h05 - Corrida 2
9h40 - Corrida 3

*sujeita a alterações


Calendário do Alemão de F4:

27 e 28 de abril - Oschersleben
8 e 9 de junho - Spielberg (Áustria)
27 e 28 de julho - Hockenheim (a confirmar)
10 e 11 de agosto - Zandvoort (Holanda)
17 e 18 de agosto - Nürburgring
14 e 15 de setembro - Hockenheim
28 e 29 de setembro - Sachsenring


Calendário do Italiano de F4:

4 e 5 de maio - Vallelunga
18 e 19 de maio - Misano
6 e 7 de julho - Hungaroring (Hungria)
13 e 14 de julho - Spielberg (Áustria)
31 de agosto e 1º de setembro - Imola
5 e 6 de outubro - Mugello
19 e 20 de outubro - Monza


Sobre a Raízen:

A Raízen, licenciada da marca Shell no Brasil, se destaca como uma das empresas de energia mais competitivas do mundo e uma das maiores em faturamento no Brasil, atuando em todas as etapas do processo: cultivo da cana, produção de açúcar, etanol e energia, comercialização, logística interna e de exportação, distribuição e varejo de combustíveis. A companhia conta com cerca de 30 mil funcionários, que trabalham todos os dias para gerar soluções sustentáveis que contribuam para o desenvolvimento do país, como a produção de bioeletricidade e etanol de segunda geração a partir dos coprodutos da cana-de-açúcar. Com 26 unidades produtoras, a Raízen produz cerca de 2,0 bilhões de litros de etanol por ano, 4,2 milhões de toneladas de açúcar e tem capacidade para gerar cerca de 940 MW de energia elétrica a partir do bagaço da cana-de-açúcar. A empresa também está presente em 66 bases de abastecimento em aeroportos, 67 terminais de distribuição de combustível e comercializa aproximadamente 25 bilhões de litros de combustíveis para os segmentos de transporte, indústria e varejo. Conta com uma rede formada por mais de 6.000 postos de serviço com a marca Shell, responsáveis pela comercialização de combustíveis e mais de 950 lojas de conveniência Shell Select. Além disso, a companhia mantém a Fundação Raízen, que busca estar próxima da comunidade, oferecendo qualificação profissional, educação e cidadania. Criada há mais de 14 anos, a Fundação Raízen possui seis núcleos no interior do estado de São Paulo e um em Goiás e já beneficiou mais de 13 mil alunos e mais de 4 milhões de pessoas com ações realizadas desde 2012.

Advertise

Próximos eventos

Mais eventos